RSS

Polêmica

20 jan

O cantor Lobão afirmou nesta terça-feira que não vai entregar o nome do juiz que teria subornado no final dos anos 1980, durante os processos que respondeu por porte de drogas.

“Não quero e não vou dar o nome. Estou farto de impertinências do poder público em relação à minha pessoa”, disse.

O cantor está sendo questionado pela Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro), que até o final do mês vai entrar com uma interpelação judicial contra ele.

Em dezembro, Lobão declarou em entrevista a uma rádio ter comprado uma caixa de uísque Ballantine’s 12 anos e entregue a um juiz por sugestão de seu advogado na época, Michel Assef. O caso também é relatado em sua biografia “Cinquenta Anos a Mil”

Para o desembargador Antônio Siqueira, presidente da Amaerj, a afirmação afeta a honra de todos os juízes do estado. “Queremos saber quem é o juiz e como aconteceu. Esta história pode ser consequência da própria loucura que ele vive ou uma tentativa de criar um palco para vender seu livro”, disse.

O advogado Michel Assef negou que tenha sugerido o suborno.

Lobão não quis falar novamente sobre o caso, e disse ter escrito o livro de forma balanceada, justamente para poder tratar deste tipo de assunto sem entrar em detalhes. “Me dei o direito de contar meus 50 anos de vida e ponto final”, disse.

Fonte: Folha de São Paulo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20/01/2011 em Notícias da TV

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: